Ceni explica liberação de Breno e pede recuperação física do zagueiro

0
144
Ceni liberou o zagueiro até o final do ano (Foto: Rubens Chiri/saopaulofc.net)

O técnico Rogério Ceni encara problemas com falhas individuais na sua defesa, que lhe custaram inclusive uma derrota na estreia do Campeonato Brasileiro, no último domingo, contra o Cruzeiro. Apesar disso, em uma decisão que recebeu muitas críticas da torcida, o treinador liberou Breno para ser emprestado ao Atlético-GO até dezembro deste ano.

Ex-companheiro do defensor, Ceni assegurou acreditar na capacidade do atleta em atuar bem, mesmo com o longo tempo que ele ficou sem jogar após os anos em que ficou preso na Alemanha por ter incendiado a sua própria casa.

“Eu vejo que o Breno precisa jogar, precisa de uma sequência de jogos, e nesse momento eu não conseguia ver essa chance para ele”, explicou o comandante, confiante que a cessão para o clube goiano fará com que o jogador consiga retomar seu melhor nível de futebol.

“Ele pode voltar a jogar bem e quem sabe retornar ao clube, colocar-se em condição mais atlética. Só posso desejar sorte. Acho que se ele conseguir essa sequência de jogos e minutos dentro de campo vai ser bom para ele”, analisou Ceni.

Questionado ainda sobre o mau momento que vive o peruano Cristian Cueva, substituído ainda no intervalo no duelo do Mineirão, o comandante tricolor disse que já viu atuações melhores do seu camisa 10, mas que ainda deposita muitas fichas na sua produção ofensiva.

“Se eu disser que o Cueva vive seu melhor momento, eu estarei mentindo. Mas, se eu disser que eu não deposito nele as minhas melhores fichas, também estarei mentindo. Vamos tentar recuperar essa parte física. Sem dúvida ele é um termômetro do time, espero que ele volte a ficar bem, é um cara que tem que trabalhar todos os dias bem. Temos que trabalhar ele bem para que ele volte ao seu melhor nível”, concluiu.

SEM COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA