Muricy exalta atitude de Rodrigo Caio no clássico: “É um cara diferenciado”

0
185
Rodrigo Caio pisa no goleiro Renan Ribeiro, do São Paulo, em lance com Jô (Foto: Daniel Augusto Jr/Ag. Corinthians)

 

Técnico de Rodrigo Caio durante a sua última passagem pelo São Paulo, entre 2013 e 3015, Muricy Ramalho não ficou surpreso com a decisão do zagueiro que avisou o árbitro Luiz Flávio de Oliveira que havia sido ele o responsável por pisar no goleiro Renan Ribeiro, e não o atacante Jô. Isso levou Oliveira a cancelar o cartão amarelo do corintiano no clássico do último domingo. Para o comentarista do SporTV, o defensor tricolor sempre mostrou postura e personalidade para tomar decisões, independente do desejo dos seus companheiros.

– Eu trabalhei com o Rodrigo Caio e ele é um cara diferenciado, não é um jogador desleal. Isso também vem da família dele. Uma coisa legal que ele fez nesse jogo depois disso foi que ele não fez campanha. Ele fez o que tinha que fazer e acabou. Isso é o normal. Nós achamos que isso é algo fora do comum. É uma obrigação ser correto. Isso é legal (…). Ele tem muita personalidade e não vai se deixar levar pelos companheiros.

Jogador do São Paulo na década de 90, Toninho Cerezo reforçou a opinião de Muricy Ramalho ao dizer que pela postura de Rodrigo Caio em campo não seria possível esperar um outro comportamento. Cerezo disse que jamais passou por uma situação semelhante em sua carreira e não recriminou Maicon, companheiro de zaga de Rodrigo, que deu a entender que não repetiria a mesma atitude.

– Eu nunca passei por isso. É o tipo dele também, né? Ele é um zagueiro que nem falta faz. Ele joga na bola. Então, a gente espera dele esse tipo de atitude. Agora, o companheiro dele tem um outro estilo e pensa diferente. Cada um tem um comportamento.

São Paulo e Corinthians se enfrentam novamente no próximo domingo, às 16h, em Itaquera. Com a vitória de 2 a 0 no Morumbi, o Timão pode até perder por um gol de diferença no jogo da volta para avançar à final do Paulistão. Se o Tricolor vencer por dois, a decisão vai para os pênaltis. Não há o critério de gol como visitante para desempate.

SEM COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA