Tricolor quer duas vitórias seguidas para garantir classificação

0
336
Elenco são-paulino quer dar fim à sequência de jogos sem vitória nesta quarta-feira (Foto: Djalma Vassão/Gazeta Press)

Líder do Grupo B do Paulistão com 15 pontos, o São Paulo mira duas vitórias contra Botafogo-SP e Corinthians para garantir a classificação à próxima fase. Fora da disputa da Libertadores, o time do técnico Rogério Ceni concentra seus esforços na Copa do Brasil e no Estadual, e justamente por isso uma possível ausência nas quartas de final da competição seria tratada como tragédia.

“A gente tem que pensar nesse jogo de quarta. Só fazendo um bom jogo na quarta para a gente pegar confiança e disputar o clássico em casa. Estamos cientes das dificuldades que iremos enfrentar, mas o São Paulo vai lá [Ribeirão Preto] para buscar os três pontos”, disse Bruno.

Encarando o vice-líder do Grupo A fora de casa, o Tricolor terá sua tarefa dificultada por conta dos desfalques para a partida. Os convocados Cueva, Pratto e Buffarini, além do goleiro Sidão, com lombalgia, são desfalques garantidos. Rodrigo Caio, Maicon e Cícero também podem ficar de fora por problemas físicos. Mas é do peruano, principal nome na armação de jogadas, que Rogério Ceni sentirá mais falta nesta quarta-feira.

“O Cueva é um grande jogador, mas do ano passado para esse ano temos opções para mudar o jogo durante a partida. Não são 11 jogadores, mas sim um grupo de muita qualidade. Se o Cueva não está ali, o Rogério sabe o que tem que fazer para que possamos fazer um grande jogo e todo mundo mostrar seu valor”, comentou o lateral-direito do São Paulo.

Como Sidão ainda não reúne condições de voltar à equipe, Renan Ribeiro deverá receber mais uma oportunidade após ser elogiado pelo próprio treinador depois do empate com o Ituano. Apesar da má fase defensiva da equipe, Bruno enalteceu os goleiros tricolores.

“A gente está bem servido de goleiros. É uma disputa sadia, como em todas as posições. Lógico que goleiro é mais difícil, porque precisa ter essa sequência de jogos. O grupo abraça todos. Temos que buscar o que é melhor para o São Paulo para a gente encaixar de novo e buscar aquela alegria de jogar”, finalizou.

*Especial para a Gazeta Esportiva

SEM COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA