São-paulinos comemoram fim de sina de levar gols: “Dá confiança”

0
104
Após 13 jogos, o São Paulo voltou a não sofrer gols, feito comemorado pelos jogadores (Foto: Sergio Barzaghi/Gazeta Press)

Repleto de reservas, o São Paulo derrotou o São Bernardo por 1 a 0, nesta quarta-feira, no Estádio Primeiro de Maio, no encerramento da primeira fase do Campeonato Paulista. Além de ter garantido o mando de campo ao Tricolor no jogo de volta das quartas de final, o resultado significou a quebra de uma sina: antes do duelo desta noite, o time havia sofrido gols nas últimas 13 partidas.

“É importante, sair sem sair gols dá uma confiança maior para a equipe no restante do campeonato”, comemorou o goleiro Denis, que foi titular no confronto com o São Bernardo. Já pensando nos próximos compromissos do São Paulo, o técnico Rogério Ceni comentou o feito de sua defesa.

“Minha comemoração dura três minutos depois do jogo, depois penso na frente”, minimizou, antes de contemporizar. “Estou feliz pelos jogadores. Às vezes a gente comete erros bobos e cede o empate no fim, como hoje fomos salvos pelo travessão. Mesmo com as mudanças, o time fez um trabalho bom, o Araruna se firmando na ala e na lateral, quando voltamos à nossa formação”, acrescentou.

“Denis voltou a jogar bem como o Renan vinha. A partir de agora vamos escolher a melhor formação com Pratto, Buffarini, Edimar, Thomaz e a situação do Cueva”, disse, referindo-se aos recém-contratados e aos jogadores que voltarão de suas seleções.

O treinador também fez uma análise dos atletas que pouco vinham sendo aproveitados na temporada e que receberam suas oportunidades em São Bernardo. “O Wesley não tinha sido utilizado, mas teve resistência física para terminar o jogo. O Shaylon também não jogava e conseguiu fazer 90 minutos e o Chavez voltou a atuar mais. Conseguimos descansar o time e dar chance a quem vinha jogando pouco”, avaliou, projetando a sequência da equipe na temporada.

“Olhamos tudo o que poderia ser olhado, vimos os jogadores e temos que ter força para enfrentar esse mês de abril. Não poderemos usar sempre os principais jogadores, mas vamos encontrar uma maneira de manter esse time com boas condições físicas para terminar o mês vivo em todas as competições. Será difícil, com Cruzeiro bem no Mineiro na quarta fase da Copa do Brasil, o Linense que passou bem e o jogo fora de casa contra o Defensa y Justicia. Quero atingir o máximo de jogos, chegando à final do Paulista, mesmo contra adversários fortes e a gente terminando com a quinta melhor campanha apenas”, concluiu o comandante.

Com o triunfo sobre o São Bernardo, o Tricolor terminou a primeira fase como líder do Grupo B, com 20 pontos, três a mais que o segundo colocado Linense, que perdeu por 3 a 1 para o Corinthians, em Itaquera. Portanto, o São Paulo fará o jogo de volta das quartas de final contra o time do interior em casa.

Datas e horários dos duelos entre São Paulo e Linense serão definidos na manhã desta quinta-feira, em reunião realizada na sede da Federação Paulista de Futebol. Sabe-se, porém, que as partidas ocorrerão nos próximos dois finais de semana. Há a possibilidade de a equipe de Lins não fazer valer o seu mando de campo no Gilbertão e optar por um estádio que lhe possa garantir uma renda maior.

SEM COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA