Rodrigo Caio avisa que São Paulo vai agredir o Palmeiras na arena

0
722

Para Rodrigo Caio, São Paulo não deve mudar estilo de jogo apesar do clássico (Foto: Djalma Vassão/ Gazeta Press)

O São Paulo não vai abrir mão de seu estilo de jogo ofensivo só porque o clássico contra o Palmeiras acontecerá no Palestra Itália, segundo Rodrigo Caio. O zagueiro cita a vitória por 3 a 1 sobre o Santos, em plena Vila Belmiro, para embasar o seu argumento de que o Tricolor deve manter a sua característica agressiva neste sábado, a partir das 16 horas (de Brasília).

“A nossa forma de jogar é agressiva, marcando forte, não vamos mudar porque é um clássico. Fizemos isso com o Santos na Vila e vamos fazer da mesma forma contra o Palmeiras”, afirmou o camisa 3, em entrevista coletiva, na manhã desta sexta-feira, no CCT da Barra Funda.

Passadas sete rodadas do Campeonato Paulista, o São Paulo ostenta o melhor ataque da competição, com 21 gols. Por outro lado, tem a terceira defesa mais vazada, com 14 tentos sofridos. De acordo com Rodrigo, o time treinado por Rogério Ceni representa um oásis no futebol brasileiro.

“Eu assisto muitos jogos, principalmente futebol aqui do Brasil, e é difícil a gente ver um time que ataca bastante. Vemos jogos muito amarrados, por uma bola só. Fico feliz por estarmos desempenhando em campo todo o trabalho feito pelo Rogério na pré-temporada. O importante é ganhar convencendo, uma palavra dita pelo Rogério, temos que ganhar jogando bem, e isso a gente está fazendo”, comemorou.

O Palmeiras já sinalizou que vai poupar alguns titulares para o Choque-Rei de sábado em função do jogo contra o Jorge Wilstermann-BOL, pela segunda rodada da Copa Libertadores da América, nesta quarta-feira. No entanto, Rodrigo Caio não se empolga com o possível time misto do Verdão.

“O Palmeiras tem jogadores de muita qualidade, não acredito que tenha titular ou reserva, a equipe que entrar vai tentar nos vencer. Temos que entrar ligados, estamos numa sequência boa de vitórias e estamos confiantes. Não podemos deixar que nada atrapalhe nossa caminhada”, concluiu.

Se o Palmeiras deve preservar algumas de suas principais peças, o São Paulo também terá desfalques. O goleiro Sidão, com uma lombalgia, e o zagueiro Maicon, tratando de um entorse no tornozelo esquerdo, estão fora do clássico. Denis assumirá a meta tricolor, enquanto Douglas, Lugano e Lucão são os candidatos para formar dupla com Rodrigo Caio. Cueva, que deixou a partida contra o ABC de Natal com dores na coxa esquerda, porém, deve ir para o jogo.

Líder do Grupo B do Estadual, com 14 pontos, o Tricolor encerra a preparação na manhã desta sexta-feira, em treino tático fechado à imprensa. A mesma medida será tomada pelo Palmeiras, que encabeça a tabela do Grupo C, com 15 pontos.

Por Gazeta Esportiva

SEM COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA