Ceni exalta ataque, isenta defesa e cita “branco” em gols sofridos

0
120
Ceni não conseguiu explicar a instabilidade do São Paulo neste início de temporada (Foto: Rubens Chiri/SPFC)

A discrepância entre os desempenhos do ataque e da defesa do São Paulo em 2017 segue atordoando Rogério Ceni. Após a vitória por 4 a 2 sobre o PSTC-PR, em Londrina, pela segunda fase da Copa do Brasil, o técnico não conseguiu encontrar razões para explicar o número de gols sofridos por sua equipe no ano – são 15 em 10 jogos. No entanto, exaltou a eficiência do ataque tricolor, que marcou 22 tentos na temporada.

“Temos de manter esse nível de ataque, de pressão, de criação de jogadas. E diminuir os gols sofridos. Foram poucas finalizações do PSTC. Fica difícil explicar alguma coisa. Algumas coisas são instintivas do jogador se sentir mais dentro do jogo, e outras temos que corrigir fora do campo, alertar”, afirmou o treinador, em entrevista coletiva.

“É o que tentamos fazer, mas sempre com astral positivo. Hoje, é o time que mais faz gols em média no Brasil. É uma filosofia de jogo. Temos que diminuir a oportunidade de gols do adversário”, acrescentou, citando que o time teve um “branco” durante o confronto desta noite.

“O que tem a ser corrigido serve para todos campeonatos. Saímos bem no jogo e cedemos o empate. Não sei o que acontece. Dá branco e cede empate. Faz 3 a 1, tinha que suportar mais quatro minutos, e aí vai para o vestiário com situação mais apertada (3 a 2). Tempo para trabalhar, em campo, não temos condições. Pegamos vídeos para explicar por que fez ou tomou gols”, explicou.

Apesar de já ter visto a sua equipe ser vazada 15 vezes no ano, Rogério Ceni isenta a defesa de culpa pelo número de gols sofridos. “Não enxergo erros na defesa. Um volante fez três gols. Vocês vão ficar surpresos que fez três gols, nenhum de bola parada? Jogamos agressivamente. Foi o jogo menos agressivo que fizemos. Tomamos gols quando estávamos mais bem posicionados. Prefiro ter meus jogadores para jogar do que treinar. Forcei o máximo na pré-temporada”,finalizou.

Com a vitória sobre o PSTC, o São Paulo enfrentará o ABC, de Natal, na terceira fase da Copa do Brasil. O time do Rio Grande do Norte passou pelo Grêmio Osasco Audax nos pênaltis (4 a 1) após empate em 1 a 1 no tempo regulamentar. As datas e mandos de campo ainda serão definidos pela organizadora do torneio, a CBF. Pelo Campeonato Paulista, o Tricolor volta a campo neste domingo, às 16 horas (de Brasília), para enfrentar o Santo André, no Morumbi, pela sétima rodada.

SEM COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA