Mais confortável na zaga, Rodrigo Caio alerta: “Temos muito a corrigir”

0
155
Rodrigo Caio voltou a jogar como zagueiro contra o Moto Club (Foto: Djalma Vassão/Gazeta Press)

A magra vitória do São Paulo sobre o Moto Club na noite desta quinta-feira e a consequente vaga à segunda fase da Copa do Brasil foram comemoradas pelo zagueiro Rodrigo Caio. Um dos líderes do elenco comandado por Rogério Ceni, ele, porém, fez ressalvas após a partida. Em sua avaliação, há muito o que melhorar no time tricolor.

“Estamos felizes, a vitória foi importante, nos deu a classificação, mas ainda temos muita coisa para corrigir”, conscientizou-se, ciente de que a equipe pode melhorar com as iminentes chegadas do centroavante Lucas Pratto e do volante Jucilei.

“O time está se acertando. Com os jogadores chegando, tenho certeza que o São Paulo vai crescer e ter um ano de muitas alegrias”, acrescentou, confiante.

Analisando a partida contra a equipe maranhense, que disputará a terceira divisão nacional em 2017, Rodrigo Caio ressaltou o domínio do São Paulo, mas reiterou a falta de capricho nas finalizações.

“Tivemos um bom volume de jogo no primeiro tempo e criamos algumas oportunidades. Começamos bem o segundo tempo, depois demos uma cansada porque campo estava pesado e o time deles era rápido, mas mesmo assim tivemos as melhores oportunidades. Só faltou capricho para matar o jogo”, avaliou.

Diferentemente do que aconteceu no domingo, quando atuou como volante na derrota para o Grêmio Osasco Audax, Rodrigo Caio fez a função à qual está mais habituado, a de zagueiro, no Maranhão. Ao comentar sobre a mudança, não escondeu sua preferência.

“Foi tranquilo. É uma posição que eu joguei no ano passado inteiro, me senti muito bem’, afirmou, colocando-se à disposição do técnico Rogério Ceni. “Fico feliz em poder ajudar, independente da posição. Isso é o que me deixa feliz”, concluiu.

Por Gazeta Esportiva

SEM COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA