Erros e indefinição: Douglas e Sidão analisam gols sofridos pelo São Paulo

0
97
Invicto no Torneio da Flórida, Sidão tomou quatro gols em Barueri (Foto: Rubens Chiri / saopaulofc.net)
Douglas na defesa e Sidão no gol. As duas novidades no time de Rogério Ceni para a estreia contra o Audax, no Paulistão, em relação aos titulares do Torneio da Flórida, comentaram a derrota por 4 a 2 neste domingo. O zagueiro admitiu os erros da equipe na Arena Barueri.
– Normal. Em início de temporada, os erros acontecem. Buscamos minimizar. Mas aconteceram muitos. Durante a temporada, vamos trabalhar para não voltarem a acontecer. Sofremos os gols muito cedo (dois em nove minutos). Faltou atenção no início do jogo. É difícil sair perdendo por 2 a 0. Empatamos e estávamos bem até sofrer o terceiro gol. Faltou mais atenção, principalmente na parte defensiva – disse Douglas.
Sidão, por sua vez, falou sobre o primeiro gol sofrido pelo Tricolor – Maicon, Douglas e Buffarini se complicaram na jogada que culminou com a bola na rede de Marquinhos.

 

– Não lembro direito o início do lance. Lembro de bolas divididas, bate-rebate e sobra para o Marquinho. Acho que é definição. Definir ali atrás, tirar a bola e acabar resolvendo o problema – afirmou.

Sidão lamentou não ter ajudado o São Paulo na sua estreia como titular. O goleiro ganhou a vaga de Denis depois de pegar quatro pênaltis no Torneio da Flórida, do qual os dois saíram sem sofrer gols no tempo normal.

– Foi ótimo (ser titular), buscava isso. Vou seguir batalhando para continuar nessa vaga, é o que quero muito. Infelizmente não pude ajudar muito.

O São Paulo volta a campo na quinta-feira, em São Luís, no Maranhão, em jogo único contra o Moto Club pela primeira fase da Copa do Brasil – por jogar fora de casa, o Tricolor tem a vantagem do empate. Wellington Nem virou dúvida para o duelo, pois sentiu fisgada no músculo adutor da coxa esquerda, saindo de campo ainda no primeiro tempo deste domingo.

– Precisamos melhorar muito, isso é claro. É começo de temporada. O Audax se movimenta muito bem e dificulta. Sempre estivemos correndo para trás, mas temos de levantar a cabeça. Temos um jogo importantíssimo na quinta-feira. Não tem muito tempo para treinar, mas vamos tentar corrigir para vencer – disse Rodrigo Caio, que se reapresenta com o restante do elenco na tarde desta segunda-feira, no CT, e viaja na terça à noite para a capital maranhense.

SEM COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA