Ano já começa com pressão para o São Paulo

1
355
Contra Moto Club, Rogério Ceni terá de conduzir sobrevivência tricolor na Copa do Brasil

A temporada nem bem começou e o Tricolor já se vê contra a parede. Após a humilhante derrota por 4×2 contra o Audax, na estreia do Paulistão, o clube do Morumbi já terá pela frente uma partida de tudo ou nada. Nesta quinta-feira, a equipe entra em campo no Castelão de São Luís tendo noventa minutos para decidir seu futuro na Copa do Brasil. Pelo novo regulamento da competição nacional, não há mais partida de volta na primeira fase. Com isso, o São Paulo joga pelo empate diante do Moto Club, mas uma derrota colocará um ponto final na trajetória são-paulina no torneio.

Motivos para se preocupar não faltam. A partida de domingo expôs graves erros da equipe: sistema defensivo perdido, laterais idem (Buffarini fez uma partida medonha) e ainda houve a perda de Wellington Nem, que será desfalque por quinze dias.

O fato é que o São Paulo não pode sequer pensar num tropeço no Maranhão. Uma saída da Copa do Brasil neste momento seria um tragédia muito difícil de ser superada e atrapalharia demais o ambiente de uma equipe ainda em formação, assim como o trabalho de Rogério Ceni, com inúmeros críticos só esperando cada tropeço para colocar o dedo na cara.

A pressão é real e tem de ser encarada como tal. A construção do São Paulo versão 2017 depende muito disso.

1 Comentário

DEIXE UMA RESPOSTA