Hernan diz que Ceni mudou ambiente do São Paulo: “Seguro como treinador”

0
160
Rogério Ceni e Neilton em treino nos EUA (Foto: Rubens Chiri/saopaulofc.net)
Em pré-temporada nos Estados Unidos, o São Paulo vai aos poucos descobrindo a faceta de treinador do ex-goleiro e ídolo Rogério Ceni. Há quem diga que o ambiente no elenco já é outro desde a chegada do novo treinador, que integrou à comissão técnica assistentes estrangeiros: o inglês Michael Beale o francês Charles Hembert. Segundo o repórter André Hernan, os próprios jogadores têm elogiado a intensidade dos treinos de Ceni e sua presença à frente do Tricolor.

– Conversava com o Gilberto (atacante) e ele dizia que o Rogério parece ser treinador há muito tempo pela confiança que passa para os jogadores. A gente percebe ao conversar com ele o quanto está seguro em ser treinador e em uma casa que conhece muito bem. O trabalho com os atacantes, teve um de contra-ataque, com três atacantes contra dois marcadores, e eles tinham seis segundos para fazer a jogada. Se passasse, ele apitava e trocava o time. Muito dinâmico e com a ajuda do Michael Beale, que o assistente inglês, que está se entrosando e se esforçando para falar o português. Até motiva os jogadores, como o Buffarini, que está aqui a mais tempo que todos, não fala e está se esforçando para falar a língua. A chegada da comissão técnica está mudando o ambiente no São Paulo – disse.

O São Paulo é um dos quatro times que disputam o Torneio da Flórida, no EUA, ao lado de River Plate-ARG, Millionarios-COL e Vasco. O Tricolor estreia no dia 19, contra o vencedor do duelo entre argentinos e colombianos.

Na visão de Hernan, Rogério Ceni tem usado bastante o apito durante os treinos, “pilhando” os jogadores a todo momento.

– O que chama a atenção é que ele não repete treino, é simplesmente fazer com que esses trabalhos sejam atrativos para os jogadores. O que ele faz é promover toda hora a competição, pilhando um contra o outro. Está usando o apito porque está perdendo a voz (…) Está pilhando muito os jogadores, e eles estão gostando. Ao contrário que imaginaríamos, como um jogador mais famoso que torce o nariz, a postura é completamente diferente.

Por globoesporte.com

SEM COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA