Aos poucos, Sidão começa a tomar a titularidade de Denis no São Paulo

0
135
Sidão não esconde que aceitou a proposta do São Paulo por ter sido indicado por Rogério Ceni (Foto: Sergio Barzaghi/Gazeta Press)

Rogério Ceni tem evitado dar qualquer tipo de dica sobre quem será o goleiro titular do São Paulo a partir do dia 5, quando a equipe estreia na temporada contra o Osasco Audax, pela primeira rodada do Campeonato Paulista. O técnico especula até mesmo um rodízio de jogadores na posição de tempos em tempos. Mas, aos poucos, Sidão vai ganhando a confiança e a predileção daquele que eternizou a camisa 01 do Tricolor do Morumbi.

Neste sábado, no último grande teste do elenco são-paulino antes dos jogos oficiais, Rogério Ceni colocou Sidão desde o começo e ao lado da base que deve compor o time titular do São Paulo neste início de ano. Foram dois tempos de 25 minutos assim. Em seguida, o comandante trocou todos os jogadores e Denis atuou pelo mesmo tempo, mas em um time que deve ter a maioria dos atletas apenas como suplentes no próximo domingo.

Essa pode ter sido a recompensa pela atuação de Sidão na Copa Flórida. Nos dois jogos do São Paulo em Orlando, dois empates por 0 a 0, o que levou a duas disputas por pênaltis. E tanto contra River Plate como no clássico frente ao Corinthians, o clube do Morumbi saiu vencedor por causa do goleiro de 34 anos, que pegou dois pênaltis em casa duelo.

Rogério Ceni pode até manter Denis como titular nas primeiras rodadas do Campeonato Paulista para não desmotivar de vez aquele que foi seu reserva por sete anos. Mas, a situação do atual camisa 1 é complicada. Tanto torcedores quanto diretores querem Sidão como titular em sua maioria. O Ex-goleiro de Audax e Botafogo chegou a pedido do próprio técnico e sua atuação nos Estados Unidos pesou nos bastidores, por mais que Ceni tente minimizar.

A não ser por uma grande eventualidade, como uma lesão, cada vez mais parece questão de tempo que Sidão se torne o dono da posição. Isso torna o futuro de Denis no clube incerto, já que Renan Ribeiro também tem sido elogiado por Rogério Ceni e tem um contrato mais longo com o São Paulo.

“Queremos manter alto nível nessa posição, que é única. Esperei quatro anos na minha época, quando o Zetti jogava, e depois atuei 19 anos seguidos. O Renan ficou um pouco atrás pela lesão, mas quando voltar irá acirrar ainda mais a disputa”, comentou Rogério Ceni em entrevista coletiva na última sexta-feira.

Por Gazeta Esportiva

SEM COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA