Sidão se empolga por ter Rogério Ceni como técnico: “Vai ser um prazer”

0
332

Um dos primeiros reforços do elenco que será dirigido por Rogério Ceni em 2017, o goleiro Sidão está animado para começar a receber orientações do seu antigo companheiro de posição. O jogador que completará 34 anos em 24 de dezembro realizou exames médicos na quarta-feira antes de disputar uma partida beneficente em prol do Grupo de Apoio ao Adolescente e à Criança com Câncer (Graac), no Pacaembu, e assinar um contrato válido por duas temporadas.

 

“Fiz os exames e quero assinar direitinho”, disse Sidão, antes de falar especificamente sobre Ceni. “Será um professor bom. Vai ser um prazer trabalhar com ele”, sorriu o atleta, que foi confirmado como futuro jogador do São Paulo durante a apresentação do treinador.

 

Sidão chamou a atenção de Ceni ao disputar o último Campeonato Brasileiro pelo Botafogo, emprestado pelo Grêmio Osasco Audax, pelo qual foi vice-campeão paulista. Para contar com ele, o São Paulo deve ceder alguns jogadores, ainda não definidos, e efetuar o pagamento de R$ 500 mil.

 

Além de ter defendido Audax e Botafogo, o já experiente goleiro revelado pelo Corinthians passou por Juventus, Taboão da Serra, Sampaio Corrêa, União Mogi, Rio Claro, Luverdense, Grêmio Prudente, Icasa e Guaratinguetá.

 

Encontrar um atleta que honre o legado do próprio Rogério Ceni – que tem 1.237 jogos disputados pelo São Paulo no currículo – é um grande desafio para o time do Morumbi. Em 2016, Denis, reserva em 298 partidas, assumiu a responsabilidade no gol e foi alvo de críticas recorrentes dos torcedores. Renan Ribeiro também está longe da unanimidade.

SEM COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA