São Paulo avalia futuro de Ricardo Gomes e novo goleiro para 2017

0
206
Permanência de Ricardo para 2017 é debatida no São Paulo (Foto: Érico Leonan / saopaulofc.net)

 

 

O desenho do São Paulo 2017 tem pontos de interrogação importantes: Ricardo Gomes ou outro profissional será o técnico do time? Haverá um novo goleiro para disputar posição com Denis? Os dois pontos são analisados.

Internamente, não há convicção sobre a permanência de Ricardo, bancada pelo presidente Leco, nem sobre se é necessário ter uma sombra para Denis, titular da equipe. Tanto o comandante, quanto o goleiro sofrem forte rejeição da torcida, ponto com peso a ser considerado, mas não o principal para se tomar uma decisão.

As ideias iniciais eram manter Ricardo no comando do São Paulo e não contratar um novo goleiro, posição que também tem Renan Ribeiro com futuro incerto. Leco gosta muito do técnico, mas não há unanimidade dentro da direção sobre essa questão.

Publicamente, a diretoria vai defender todos os atletas até o fim do ano, mas todas as alternativas são estudadas a respeito de um novo comandante e de um novo goleiro. As decisões serão tomadas mediante uma análise depois do Brasileirão. Sem objetivos palpáveis, o time tem duas partidas a fazer, contra Atlético-MG e Santa Cruz.

Os resultados de Ricardo estão abaixo do esperado pelo São Paulo. Em 18 jogos, ele obteve sete derrotas, seis vitórias e cinco empates. A expectativa era de que o trabalho de recuperação tivesse mais êxito nesta reta final de Brasileirão. Por isso, nos bastidores admite-se a possibilidade de ele sair do Tricolor no fim da temporada.

– Eu diria que hoje ele é o nosso técnico. Tudo é muito variável, tudo pode caminhar. Depende também do Ricardo. O Ricardo está nos nossos planos, sim – disse o diretor de futebol José Jacobson Neto, ao ser questionado sobre a permanência do treinador depois de dezembro, em entrevista à “Rádio Globo”.

Denis São Paulo (Foto: Rubens Chiri / saopaulofc.net)Denis é contestado pela torcida: São Paulo discute se contrata ou não um goleiro (Foto: Rubens Chiri / saopaulofc.net)

 

 

Gomes tem torcida interna para obter sucesso e seu perfil é elogiado. O técnico tem boa relação pessoal com Leco. Um dos pontos positivos é ser parceiro da gestão em fatores considerados cruciais, como por exemplo no aproveitamento de garotos da base. Internamente, há a impressão de que ele passa segurança pelo trabalho, mas não reproduz o mesmo efeito para fora. O contrato do treinador, cujos resultados são questionados, é aberto: não tem multa, nem prazo.

No gol, o São Paulo tem Denis, Renan Ribeiro e Léo, terceiro goleiro com contrato até dezembro. Insatisfeito por ter poucas oportunidades, Renan tem futuro incerto, apesar de ter contrato até 2018. A decisão de contratar ou não um novo goleiro, assunto debatido no clube, passa também pela condição de uma eventual negociação. Sem dinheiro de sobra no caixa, o Tricolor tenta errar o menos possível no mercado. Independentemente de decidir ou não acertar com um novo atleta para a posição, o nome de Cássio, do Corinthians, é descartado nesse momento no Morumbi.

SEM COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA