Luizão não crava renovação de João Schmidt com São Paulo

0
160

Titular em 17 jogos no Brasileirão, Schmidt marcou seu único gol diante do Fluminense

 

O São Paulo tem demonstrado otimismo na renovação de contrato de João Schmidt, cujo vínculo termina em 30 de junho. Mas Luizão, empresário do volante, não está tão convencido da permanência do prata da casa. “Essa situação teria de ser resolvida antes. Agora, complica um pouco”, avalia o ex-atacante de São Paulo, Corinthians, Palmeiras, Santos…

“A situação vai depender exclusivamente do João dizer sim ou não. O que eu posso falar é que ofereceram um contrato razoável”, acrescenta Luizão, admitindo que o volante esperava por uma proposta financeira melhor. “A palavra final é do jogador. Eu apenas faço o papel de intermediário entre ele e a diretoria.”

João Schmidt pode assinar pré-contrato com qualquer interessado a partir de 30 de dezembro, para deixar o Morumbi de graça seis meses depois. O que dá para cravar é que o volante não sairá do São Paulo para jogar em um rival do estado, ainda que a oferta seja maior.

O principal risco para o Tricolor é um clube do futebol europeu entrar na disputa. Luizão prefere não dar muitas pistas sobre a possibilidade de já existirem interessados. “É cedo para falar, até porque o mercado de transferências na Europa ainda não abriu”, justifica o empresário.

O volante já deixou boa impressão em sua primeira passagem pelo Velho Continente – ele esteve emprestado ao Vitória de Setubal, de Portugal, na temporada passada e disputou 34 jogos, com oito gols. Para Luizão, o ideal teria sido renovar o vínculo no momento da volta ao Brasil. “Mas existiram mudanças na diretoria do São Paulo e o assunto foi sendo adiado”, analisa.

Neste ano, Schmidt participou de 31 partidas e marcou apenas duas vezes – foram 26 vezes como titular e cinco como reserva. Já no Brasileirão, ele atuou 21 vezes, sendo 17 desde o início, e fez gol na vitória por 2 a 1 sobre o Fluminense, em 29 de junho.

SEM COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA