Entre alegrias e tristezas: até logo, Morumbi!

0
1141

O São Paulo recebe o Grêmio nesta quinta-feira (17), pela 35ª rodada do Campeonato Brasileiro e terá um gostinho especial em pisar no gramado do Estádio do Morumbi. Esse será o último jogo do ano em nosso querido estádio, onde tivemos muita história para contar nesse ano de 2016.

Quando tudo não parecia mais dar certo, foi o Morumbi que nos deu esperança de dias melhores na Taça Libertadores da América, lembram? Pois eu lembro daquele 5 de abril, em que atropelamos o Trujillanos-VEN por 6 a 0, e iniciamos a recuperação no grupo após conquistar apenas dois pontos nas três primeiras partidas.

Tudo ficou mais lindo na rodada seguinte contra o River Plate, clássico sul-americano. A grande festa feita no lado de fora do Morumbi foi uma das cenas mais emblemáticas do ano e com certeza foi o motor para a importante vitória por 2 a 1. Essa festa se tornou rotina nas fases seguintes, onde continuamos fortes dentro de nossos domínios. Conseguimos bater Toluca-MEX e Atlético-MG, um misto de alegria e empolgação.

Mas após a derrota para o Atlético Nacional-COL na semifinal da competição, perdemos aquela conexão, como geralmente acontece quando estamos em má fase. A torcida comparecer em grande número virou raridade e, por coincidência (ou não), as derrotas começaram a aparecer.

Senti novamente aquela empolgação da Libertadores na partida contra o Corinthians e praticamente garantimos a nossa presença no Brasileirão 2017 com o atropelo de 4 a 0, fora o show de Cueva. Viram como essa conexão pode nos levar mais longe?

Claro, o Morumbi e a torcida não são os únicos pontos que fazem o time forte. Só espero que em 2017 haja uma mudança de atitude e que eu possa ver o estádio sempre cheio, não importando a fase. Que a diretoria também invista mais no fortalecimento da equipe, onde já iniciou bem com Wellington Nem.

Até logo, Morumbi. Sentirei sua falta!

SEM COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA