Calleri pede para deixar West Ham e negocia volta ao São Paulo

0
329

Atacante argentino não fez gol no West Ham e acabou rebaixado para o time sub-23

 

A diretoria são-paulina ganhou uma ótima notícia nas últimas horas. O pai de Calleri confidenciou ao presidente Leco que o filho está tentando a rescisão do contrato de empréstimo com o West Ham, da Inglaterra, para janeiro. Vinculado ao Deportivo Maldonado, do Uruguai, o artilheiro está cedido ao time londrino até julho de 2017.

A informação de que Calleri está decidido a deixar o West Ham animou Leco, que já acenou com a possibilidade de abrir os cofres para contar com o argentino novamente. O teto salarial no Tricolor hoje é de R$ 350 mil, mas seria possível chegar a até R$ 500 mil mensais, entre salários e luvas, para garantir seu retorno.

“O Calleri deixou bem claro que quer voltar ao São Paulo. Ele não vem sendo nem relacionado para os jogos da Premier League lá na Inglaterra”, explica um diretor tricolor. Sua última aparição na primeira divisão inglesa ocorreu em 22 de outubro. Desde então, ele não foi relacionado para o duelo com o Stoke City e acabou rebaixado para o time sub-23 que venceu o West Bromwich por 2 a 1, no dia 31 de outubro.

Desde que desembarcou em Londres, Calleri disputou nove partidas pelo time principal e ainda não balançou as redes. Na equipe sub-23, ele entrou em campo somente uma vez.

A notícia de que Calleri está apenas emprestado ao West Ham pegou alguns de surpresa no Morumbi. É que havia sido noticiado em julho que os ingleses estavam adquirindo o atacante do fundo de investimentos liderado por Gustavo Aribas – o empresário bancou cerca de 12 milhões de euros para tirá-lo do Boca Juniors no fim de 2015.

No entanto, a oferta do West Ham era inferior aos 12 milhões de euros investidos e a alternativa foi emprestá-lo por uma temporada.

Se vai mal na Inglaterra, Calleri deixou ótimas lembranças nos tempos de São Paulo. Em 31 jogos, foram 16 gols, sendo nove na Libertadores – ele acabou como artilheiro máximo do torneio, com um gol a mais do que Ismael Sosa e Marco Ruben.

SEM COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA