Adeus, 2016!

0
1927
Foto: Alexandre Schneider/Getty Images

Hoje, definitivamente, estou dando adeus ao ano que se encerra em pouco menos de dois meses. O Tricolor, que ontem atropelou sem piedade seu maior rival por 4 a 0 no Morumbi, ainda terá quatro jogos pela frente. Os jogos contra Grêmio, Chapecoense, Galo e Santa Cruz, no entanto, não me terão como telespectador. Eu já disse adeus a este ano futebolístico do São Paulo.

A promessa que fiz, depois do jogo da última segunda-feira, uma derrota doída diante do América-MG, jogo esse que nos tira a possibilidade de hoje estar seriamente postulando uma vaga na próxima edição da Taça Libertadores, vai ser cumprida. Nem mesmo esses quatro a zero me fizeram mudar de ideia. Irei me poupar e vos poupar, consequentemente, já que aqui vocês também não terão mais as minhas análises, de toda essa reta final.

Aproveito o espaço para agradecer todos vocês, meus leitores, por terem me acompanhado durante este ano. Por vezes, discordamos. Por horas, caminhamos juntos na mesma linha de raciocínio. E sabem, é justamente dessa possibilidade de falar e poder ser rebatido que eu mais gosto aqui no 35. Vocês sempre tiveram e terão a liberdade de não concordar com os meus textos e também de compartilharei vossas opiniões. Eu gosto disso e de vocês. De verdade.

Portanto, desejo que todos tenham um excelente final de temporada, de ano e ciclo. O meu, por este ano, se encerra aqui. Por mais que possa parecer, essa não é uma despedida definitiva. Devo voltar a escrever para quem assim quiser ler no ano que vem. Claro, desde que ainda haja espaço para mim por aqui. Dito isso, digo, mais uma vez, adeus. Vai e não volta nunca mais, 2016! Um abraço!

SEM COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA