Semana do São Paulo aponta novo vice, clássico e projeto de estatuto

0
177
Ricardo Gomes e jogadores retomam treinos nesta segunda-feira (Foto: Érico Leonan / saopaulofc.net)

O São Paulo terá uma semana importante dentro e fora de campo. A três pontos da zona de rebaixamento do Brasileirão, o time encara o Santos, quinta-feira, em clássico no Pacaembu, para aumentar a distância para o Z-4. Se não vencer o rival, o Tricolor conhecerá seu maior jejum de vitórias neste Brasileirão: cinco jogos.

Até agora são quatro partidas sem resultados positivos: dois empates (Sport e Flamengo) e duas derrotas (Vitória e Atlético-PR), sequência repetida em outras duas oportunidades.

O elenco retoma os treinos na manhã desta segunda-feira, depois de ganhar folga no domingo. Cueva, convocado pela seleção peruana, e Mena, a serviço da seleção chilena, se enfrentam nesta terça-feira, pelas eliminatórias da Copa do Mundo, e não participam das atividades do Tricolor.

Fora de campo, o clube tem no horizonte decisões fundamentais. O presidente Carlos Augusto de Barros e Silva, o Leco, convidou Antônio Cláudio Mariz de Oliveira para ser o substituto de Roberto Natel como novo vice-presidente. O advogado renomado, cotado para ser ministro da Justiça no passado, falou em dar uma resposta nesta segunda-feira.

São Paulo tabela 30ª rodada (Foto: Divulgação)Os últimos nove jogos do São Paulo

Mariz é do “Legenda”, mesmo partido político de Natel. A entrada dele na gestão de Leco sinalizaria diálogo entre o mandatário e o grupo da situação, apesar do desejo do antigo vice de concorrer à presidência na eleição de abril de 2017.

Paralelamente a isso, o São Paulo avança no processo de reforma estatutária. A comissão de sistematização, responsável por reunir propostas dos sócios e formatar um projeto de estatuto, terminou seu trabalho na sexta-feira passada.

A expectativa é de que os conselheiros e associados recebam o documento nesta semana. A partir daí, eles teriam um prazo de dez dias para apresentar emendas. Na sequência, o projeto de estatuto teria de receber um parecer interno do Conselho Deliberativo sobre a sua legalidade, ser submetido à votação dos conselheiros e posteriormente à assembleia geral de sócios. Se tudo ocorrer dentro do planejado, a ideia é de que o novo estatuto seja concluído até a primeira quinzena de dezembro.

SEM COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA