Kelvin vê renovação mais distante com má fase do São Paulo

0
163
Com Tricolor em má fase, Kelvin vê dificuldade em renovação de contrato (Foto: Érico Leonan/SPFC)

Visivelmente incomodado com a proximidade em que o São Paulo se encontra da zona de rebaixamento do Campeonato Brasileiro, Kelvin está ciente da improbabilidade de renovar contrato com o Tricolor. Emprestado pelo Porto até o fim do ano, o meia-atacante entende que o atual momento da equipe pode impedir sua permanência no clube do Morumbi.

Eliminado da Copa do Brasil pelo Juventude, da terceira divisão nacional, o São Paulo ocupa o modesto 13º lugar do Campeonato Brasileiro, com 35 pontos, apenas quatro acima do grupo de descenso à Série B. Portanto, sem grandes aspirações até o final da temporada.

“Ninguém conversou comigo. Tanto aqui como no Porto ninguém falou nada. Houve uns rumores no Porto, mas ninguém me comunicou. (A má fase do São Paulo) Pode prejudicar, sim, pelo baixo rendimento no fim do ano. Por isso, todos estão buscando melhorar na parte final do campeonato pra que essas coisas se resolvam. O momento agora é de pensar no São Paulo”, analisou o jogador de 23 anos, em entrevista coletiva concedida após o treino desta segunda-feira.

Sem marcar gols há três rodadas, a equipe comandada por Ricardo Gomes terá no próximo compromisso um confronto direto contra o Sport, que figura uma posição abaixo, com 33 pontos contabilizados. O duelo está marcado para as 21h45 (de Brasília) desta quarta-feira, na Ilha do Retiro.

“O São Paulo não merece isso. É um grande clube, então devemos tirar o time dessa situação. Fico pensando em casa que tivemos bons momentos nesse ano, colocamos o São Paulo lá em cima na Libertadores, a torcida comparecia. No momento isso não está acontecendo”, lamentou Kelvin, que acumula três gols e seis assistências com a camisa tricolor em 2016.

“Não sou um jogador de fazer gol todo jogo, como o (Andres) Chavez. Sou um jogador de jogadas mais laterais, pra que saiam os gols. Pude participar de muitas jogadas de gols neste ano, assistências também. Procuro ajudar não só com gols, mas com jogadas e assistências também”, defendeu-se.

 

SEM COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA