E Rodrigo Caio ficou…

0
802
Especulado por vários clubes europeus, campeão olímpico permanece no Morumbi

Uma saída que já era dada como certa e que acabou não acontecendo: esse é o caso de Rodrigo Caio. O zagueiro, que teve seu nome fortemente especulado em clubes como Lazio e Sevilla e que todos consideravam como nome certo no Velho Mundo, vai permanecer no Morumbi ao menos até o final desta temporada. Com o fechamento da janela de transferências europeias nesta quarta-feira, 31, os clubes do outro lado do Atlântico só poderão voltar ao mercado em janeiro.

No cenário atual do São Paulo, essa permanência deve ser comemorada como um reforço. Rodrigo é um jogador essencial ao Tricolor e certamente não teria uma reposição à altura. Lyanco, que vinha herdando a posição, ainda precisa de mais tempo para se firmar e trazer mais segurança à defesa são-paulina que, embora mantenha bons números (22 gols e 23 jogos, a quarta menos vazada do Brasileirão), ainda está muito longe de inspirar confiança em seus torcedores.

Financeiramente, porém, o martelo que não foi batido pode fazer a diferença, uma vez que a venda do zagueiro, por ser esperada há algum tempo, certamente era considerada pelos comandantes das finanças do clube, especialmente após o alto investimento realizado no ato da contratação de Maicon. As saídas de Ganso e, principalmente, Alan Kardec, que não era esperada, ao menos servem para não deixar a balança pender muito para o lado negativo.

Possíveis chegadas

Como a janela de transferências internas segue aberta em setembro, muitas especulações ainda surgirão nas próximas semanas. As bolas da vez são Rildo, do Corinthians, e Dátolo, do Atlético-MG, que ainda não alcançaram o limite de sete jogos e podem defender outro time na Série A.

No caso do atacante rival, trata-se de um desejo de seu empresário, insatisfeito com as poucas chances recebidas no time da zona leste. Já em relação ao argentino, o clube mineiro não possui grandes interesses em mantê-lo, pois considera seu custo-benefício inviável. Ambos os jogadores preocupam pelo histórico recente de lesões, sendo que Dátolo ainda recebe um salário muito alto, o que faz com que seja um nome que não empolgue a cúpula tricolor. Particularmente, concordo que se trata de um investimento que não vale a pena.

Ainda sim, o Tricolor segue mapeando potenciais promessas na Série B. Honestamente, não espero que venha alguém com potencial para empolgar, mas também é fato que o São Paulo precisa – e muito – dar mais opções a Ricardo Gomes, que não é mágico para tirar leite da pedra que é o atual plantel são-paulino.

SEM COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA