Cotado pela Argentina, Bauza espera por Buffarini e avalia Chávez

0
140
São Paulo espera ter a situação do argentino Julio Buffarini resolvida nos próximos dias (Foto: Divulgação/San Lorenzo)
São Paulo espera ter a situação do argentino Julio Buffarini resolvida nos próximos dias (Foto: Divulgação/San Lorenzo)

Edgardo Bauza está entre os nomes mais cotados para assumir o cargo de técnico da seleção argentina. Mas nem por isso o Patón deixa de se preocupar com o futuro do São Paulo. Em entrevista coletiva concedida após a derrota por 1 a 0 para o Grêmio, no último domingo, o comandante tricolor comentou a situação do imbróglio envolvendo a contratação do lateral direito Julio Buffarini, do San Lorenzo, e a chegada do atacante Andrés Chávez, do Boca Juniors.

Em relação ao primeiro, Bauza torce para que a Fifa dê o aval para concluir a transferência, complicada pelo fato de o Tricolor e o San Lorenzo terem concretizado o negócio no último minuto da terça-feira passada, data de encerramento das aquisições internacionais pelos clubes brasileiros. Isso porque a CBF não conseguiu encaminhar a documentação à Fifa por meio do sistema TMS, ferramenta da entidade que regula o futebol mundial para esses casos.

Segundo o clube, a situação deverá ser definida em cerca de dez dias. “A Fifa é quem vai decidir se a operação está dentro do regulamento. Oxalá possamos contar com ele”, confia Bauza, que poderá ser anunciado como sucessor de Gerardo Martino na Argentina ainda nesta semana.

Se a chegada de Buffarini ainda é uma dúvida no Morumbi, Andrés Chávez já passou por exames médicos no clube e deverá treinar com os novos companheiros na reapresentação marcada para terça-feira. Sobre o atacante, o Patón sinalizou que deverá utilizá-lo como centroavante, embora não seja essa a posição de origem do argentino.

“É um jogador que pode jogar de centroavante, mas não é centroavante. Joga por fora, tem chute forte, potente. Terça ele já começa a trabalhar com o plantel, esperamos que os papéis estejam corretos. Esperamos que sim”, avaliou Bauza.

Caso não receba o convite da AFA (Associação de Futebol Argentino), o Patón terá a semana inteira para treinar o São Paulo para a partida contra a Chapecoense, marcada para o próximo domingo, às 11 horas (de Brasília), no Morumbi, pela 17ª rodada do Campeonato Brasileiro, no qual o Tricolor ocupa o nono lugar, com 22 pontos.


São Paulo

Recomendado para você


SEM COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA