Com Calleri, São Paulo se torna clube com mais artilheiros na Libertadores

0
130

A Copa Libertadores da América acabou na última quarta-feira com o título do Atlético Nacional, da Colômbia. No entanto, o torneio não foi de todo ruim para o futebol nacional. Brasileiro mais bem classificado, com o quarto lugar, o São Paulo passou a ser o clube com o maior número de artilheiros da história da competição continental, empatado com o Peñarol, do Uruguai.

Emprestado até o fim da participação do Tricolor na Libertadores, Jonathan Calleri foi o artilheiro em 2016, com nove gols, tornando-se o sétimo jogador do clube a liderar a tabela de goleadores da competição. De quebra, o argentino se isola como o principal marcador do São Paulo no torneio sul-americano em uma única edição, superando o antigo recorde de Luis Fabiano, em 2004.

Acordado com o West Ham, da Inglaterra, Calleri fez seu primeiro gol com a camisa tricolor e, também, na Libertadores 2016 no empate por 1 a 1 com o peruano César Vallejo, ainda na fase pré-eliminatória. O atacante voltaria a balançar as redes na goleada por 6 a 0 sobre o Trujillanos-VEN, em quem anotou quatro tentos. Contra o River Plate, no Morumbi, o ex-camisa 12 fez mais dois. Por fim, marcou uma vez diante do The Strongest e do Atlético Nacional, em La Paz e Medellín, respectivamente.

Com 16 gols em sua passagem pelo Tricolor, Jonathan Calleri defenderá a seleção argentina nos Jogos Olímpicos do Rio de Janeiro, em agosto.

Cruzeiro, Santos e Palmeiras também aparecem bem posicionados no ranking de artilheiros por clubes na Libertadores. O trio brasileiro detém quatro goleadores cada na história do torneio continental, empatados com River Plate, Cerro Porteño, e Nacional-URU.

Veja os outros artilheiros do São Paulo na história da Copa Libertadores da América:

Toninho Guerreiro – 1972

2×2 Atlético-MG (1 gol)

3×1 Olimpia-PAR (2 gols)

4×0 Cerro Porteño-PAR (1 gol)

2×3 Cerro Porteño (2 gols)

1×0 Independiente-ARG (1 gol)

Terto – 1974

2×0 Palmeiras (2 gols)

1×0 Jorge Wilstermann-BOL (1 gol)

3×3 Dep. Municipal-BOL (1 gol)

4×0 Millonarios-COL (2 gols)

4×0 Defensor Lima-PER (1 gol)

Pedro Rocha

1×1 Dep. Municipal-BOL (1 gol)

3×3 Dep. Municipal-BOL (1 gol)

5×0 Jorge Wilstermann-BOL (3 gols)

4×0 Millonarios-COL (1 gol)

2×1 Independiente-ARG (1 gol)

Palhinha

3×0 San José-BOL (3 gols)

4×0 Criciúma (1 gol)

1×1 San José-BOL (1 gol)

1×1 Criciúma (1 gol)

3×0 Barcelona-EQU (1 gol)

Luis Fabiano

3×1 Cobreloa-CHL (2 gols)

1×0 LDU-EQU (1 gol)

3×1 Alianza-PER (2 gols)

3×0 Dep. Táchira-VEN(1 gol)

4×1 Dep. Táchira-VEN (2 gols)

Aloísio

2×1 Caracas-VEN (1 gol)

1×2 Chivas Gualajara-MEX (1 gol)

2×0 Cienciano-PER (1 gol)

1×1 Palmeiras (1 gol)

2×1 Palmeiras (1 gol)

Calleri

1×1 Univ. César Vallejo-PER (1 gol)

6×0 Trujillanos-VEN (4 gols)

2×1 River Plate-ARG (2 gols)

1×1 The Strongest-BOL (1 gol)

1×2 Atl. Nacional-COL (1 gol)

Veja o ranking de número de jogadores artilheiros por clubes:

1. São Paulo: 7

1. Peñarol-URU: 7

2. Nacional-URU: 4

2. Cerro Porteño-PAR: 4

2. River Plate-ARG: 4

2. Cruzeiro: 4

2. Santos: 4

2. Palmeiras: 4

SEM COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA