Bauza defende zagueiros, elogia empenho, mas admite erros e tristeza

0
667

O cenário estava montado. Recorde de público no Morumbi, com quase 55 mil pessoas nas arquibancadas, estreia do Argentino Andres Chavez e um adversário que nem de longe tem as mesmas tradições e tamanho do Tricolor paulista. Porém, nada saiu como os são-paulinos esperavam na manhã deste domingo. A equipe levou 2 a 0 em 11 minutos em duas bolas alçadas em sua área e se desdobrou para arrancar o empate no segundo tempo, quando Denis também acabou salvando o time.

“Muito ruim. Perdemos dois pontos. Apesar do esforço que a equipe fez, hoje perdemos dois pontos. Hoje queríamos ganhar e trabalhamos para ganhar. Estamos muito tristes”, afirmou o técnico Edgardo Bauza, em entrevista coletiva após o jogo da 17ª rodada do Campeonato Brasileiro, refutando qualquer sentimento de vitória em função das adversidades pontuais do confronto.

Apesar disso, o treinador argentino refutou qualquer crítica sobre seus zagueiros. Nos dois gols da Chapecoense, o capitão Maicon acabou perdendo no alto e errando até mesmo o tempo da bola na hora de subir com os adversários. Bauza chegou a admitir os erros coletivos, mas o trabalho que seus defensores vêm desempenhando na temporada.

“Não analiso só esse jogo, mas sim todas as partidas. Estamos entre as cinco melhores defesas da competição. Entre as cinco melhores. Melhoramos muitíssimo comparado aos anos anteriores. Claro que cometemos erros que poderiam ser evitados, mas, melhoramos muito defensivamente. Não tenho do que reclamar. A equipe se entregou , correu atrás de um resultado adverso e conseguimos empatar”, explicou, antes de uma análise mais fria.

“Hoje cometemos muitos erros. Quando se comete erros, acontece o que aconteceu. Tomamos dois gols por erros nossos. Fazia tempo que não errávamos assim. Depois, eu tive de mudar o time e era óbvio que deixaríamos apenas dois defensores atrás. Defensivamente, eu senti muito, o Denis salvou duas bolas, mas a equipe estava com cinco atacantes, porque tive que correr o risco”, completou.

Independente de qualquer coisa, para o próximo compromisso, diante do Atlético-MG, quinta-feira, no mesmo Morumbi, Patón Bauza terá de mexer no sistema defensivo. O lateral direito Bruno levou o terceiro cartão amarelo e está suspenso, assim como o meia Cueva, que marcou dois gols neste domingo. Mena deve voltar a equipe na vaga de Carlinhos depois de cumprir suspensão diante da Chape.

“Não acredito (em muitas mudanças). Certamente vamos ver quem pode jogar nos lugares de Cueva e Bruno. Buffarini deve jogar, devemos manter dois pontas e vamos trabalhar para ver quem pode jogar no lugar de Cueva. Mas, não haverá grandes mudanças”, avisou o comandante tricolor.

SEM COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA