Com falha de Denis e brilho de Lucas Lima, Santos vence o São Paulo por 3 a 0

0
494
Meia marca golaço em vitória que leva o Peixe ao terceiro lugar e deixa o Tricolor em décimo. “Clássico da paz” no Pacaembu é marcado por discussões entre os jogadores

RESUMÃO

  • NA TABELA!A vitória levou o Santos ao G-4. Em terceiro, apenas três pontos atrás do líder Palmeiras (22 a 19). O São Paulo permaneceu com 15 pontos, na décima posição.

     

    PAZ? SÓ NA BAIXADA!

    Os jogadores de Santos e São Paulo chegaram juntos ao Pacaembu, em ação pela paz, mas os alvinegros não imaginavam que Denis, goleiro tricolor, fosse levar a ideia tão a sério. Aos 41 segundos, ele não conseguiu defender finalização de Thiago Maia e deixou Vitor Bueno concluir sozinho. Foi o primeiro gol da vitória por 3 a 0. Rodrigão aumentou ainda no primeiro tempo, e Lucas Lima, de falta, ampliou no final.

    PRIMEIRO TEMPO

    O jogo se decidiu em 41 segundos. No primeiro lance, Lucas Lima recuperou a bola no meio-campo. Dele para Gabriel, cruzamento para Thiago Maia no segundo pau, finalização e frango de Denis, que não espalmou nem defendeu, apenas ajeitou a bola para Vitor Bueno abrir o placar.
    Daí para frente, o mérito do São Paulo foi não se desorganizar, e até criar algumas chances, em bolas paradas e chutes de fora da área, mas o Santos, num coletivo muito aprimorado, se aproveitou das péssimas atuações dos laterais tricolores, Caramelo e Matheus Reis. Em lance de Lucas Lima e Victor Ferraz, pela direita, Rodrigão aproveitou cruzamento e fez 2 a 0.

SEGUNDO TEMPONo segundo tempo, o São Paulo conseguiu neutralizar as tabelas do Santos pelas laterais, e voltou a desperdiçar chances em bolas paradas, com boas participações de Vanderlei. Mais pegado, o clássico teve desentendimentos, quase sempre com Lucas Lima e Calleri envolvidos. O atacante argentino, inclusive, desarmou o goleiro Vanderlei e faria o gol, mas o árbitro Raphael Claus acertou ao marcar falta, que exigiu longo atendimento ao camisa 1 santista.
Claus voltaria a ter trabalho no fim. Ele deu falta de Lugano em Gabriel e cartão amarelo para o uruguaio, que reclamou demais. Lucas Lima bateu com perfeição. O zagueiro do São Paulo voltou a chiar e, expulso, viu os minutos finais do vestiário.

Fonte: Globo.com

SEM COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA