Velhos problemas ainda não foram corrigidos

0
34
Mais uma derrota do São Paulo no Paulista e novamente fora
de casa, em três jogos são três derrotas. Mas que apenas o dado da derrota, é o
problema que corrói o time desde o ano passado, o fraco sistema defensivo e até
o momento não apresentou melhora, e logo com um técnico que tem em seu histórico o
status de ajeitar defesas.
A verdade seja dita, os reforços vêm chegando para o sistema
defensivo, como os laterais e o volante Souza. Mas o problema parece ser tão
imenso, que custo a crer que haverá uma mudança rápida só com esses jogadores.
Foto: Site Oficial
A questão fica explanada se olharmos as estatísticas, em
apenas sete jogos, são dez gols sofridos, a média é de 1,42 gols por partida, é
uma média muito alta para uma competição que tem baixo nível técnico. E o maior
problema que segue é a tal jogada área, em todo cruzamento é um bate cabeça sem
fim, a contar quando ninguém se mexe e o adversário cabeceia sozinho.
Além do problema aéreo, a maioria dos gols sofridos são
exclusivamente dentro da grande área, no chamado miolo de zaga, as questões,
diga-se de passagem, é a facilidade que o rival tem para fazer o seu movimento
até o gol e ninguém sequer atrapalhar.
Diante disso, a situação fica explanada e um pedido para
contratar zagueiros, que venham para jogar, não para ser fantasma como o Roger
Carvalho. Com um zagueiro contratado poderíamos passar a utilizar o Rodrigo
Caio como primeiro volante ao lado do Souza, seria um fortalecimento a mais para
a defesa, sem modificar o sistema ofensivo.
É começo de temporada e as competições fortes começam somente
no segundo semestre, até lá precisamos arrumar, porque só ter ataque, não vai
adiantar.
Por: Diego Schnellinger

SEM COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA