São Paulo toma gol relâmpago de pênalti e perde para o Criciúma

0
34

Um gol no primeiro minuto de jogo definiu a derrota do São Paulo por 1 a 0 para o Criciúma neste domingo, no estádio Heriberto Hülse, pela penúltima rodada do Campeonato Brasileiro. De pênalti, o atacante Wellington Paulista definiu o resultado do jogo, que praticamente livra sua equipe do risco de rebaixamento. O time paulista, por sua vez, chega ao quinto jogo sem vitória, contando Brasileirão e Copa Sul-Americana.

Antes do jogo deste domingo, o São Paulo perdeu para o Fluminense no Brasileiro, depois foi derrotado pela Ponte na Sul-Americana, seguido de dois empates, com o Botafogo e a mesma Ponte em ambos os torneios. A última vitória foi no dia 13 de novembro, quando bateu o Flamengo por 2 a 0, no Brasileirão.

A equipe tricolor esperava se recuperar da eliminação da Sul-Americana para a Ponte Preta, mas não conseguiu desempenhar um bom papel dentro de campo. Desta forma, o time estaciona nos 50 pontos, na nona colocação. O Criciúma, por sua vez, alcança os 46 pontos, na 12ª posição e praticamente se garante na elite do futebol nacional em 2014.

O gol do Criciúma saiu tão rápido que foi quase como se o São Paulo já tivesse entrado em campo perdendo por 1 a 0. Com 20 segundos de jogo, Sueliton, em posição irregular, recebeu a bola na área e caiu. O árbitro marcou pênalti, para a revolta dos são-paulinos. Wellington Paulista cobrou bem a abriu o marcador para o time da casa.

Começar a partida de maneira tão desastrosa deixou o São Paulo um pouco perdido em campo. Apesar de melhor tecnicamente e ter mais volume de jogo, o time do treinador Muricy Ramalho tinha dificuldades em criar jogadas que efetivamente terminassem em chances de gol.

A melhor jogada do São Paulo aconteceu aos 32min, quando o atacante Osvaldo arrancou pela ponta e cruzou rasteiro na área. Luis Fabiano se antecipou ao zagueiro, mas chutou forte demais e a bola passou por cima da trave do goleiro Galatto.

No segundo tempo, o cenário do jogo não mudou. O São Paulo ainda tomava a iniciativa, mas era incapaz de assustar a defesa rival. Bem fechado, o Criciúma explorava os contra-ataques e por pouco não ampliou o placar utilizando esse expediente.

Assim, a etapa complementar foi arrastada e sem grandes emoções. Comemoração só pelo lado do Criciúma, que conquista uma vitória importante, que o distancia da zona de rebaixamento da competição nacional.


FONTE: UOL

SEM COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA