Wallyson não pode perder lugar no ataque para Douglas

0
48

Por: Sérgio Ricardo Jr.
Twitter: @sergioricardorn

Wallyson (Foto: lancenet)

Douglas é um bom lateral, disso não tenho dúvidas. É melhor, talvez, como ala. Porém, como atacante, como Ney Franco tanto quer usá-lo, nem o próprio se sente bem. Já bati no Ney, também já reconheci suas virtudes, porém neste caso não posso deixar de dizer que Wallyson, pelo que vem jogando, tanto na parte tática quanto funcional, dando assistências e criando situações de gol nos jogos em que participou, não pode, em hipótese alguma, disputar uma vaga com Douglas no ataque e perder. Principalmente em um jogo decisivo de Libertadores, competição da qual Wallyson já foi artilheiro.

O jogo mais importante da temporada do São Paulo até aqui será contra o Atlético-MG, todos sabem. Sem Jadson, principal jogador da equipe no ano, o esquema tão desejado pela torcida com dois meias se desfaz. Os três atacantes, esquema preferido deste colunista que vos escreve, retorna. Entretanto, o que me parecia uma boa opção se torna algo inacreditável: Douglas será titular no ataque. Se não houvessem opções, como já aconteceu contra esse mesmo Atlético-MG na partida de ida, eu entenderia. Porém, hoje a história é diferente. Temos Wallyson, que faz muito bem a ponta direita no esquema que será proposto para o jogo, além de ser atacante de ofício e ter um retrospecto excelente contra o Galo, seu ex-rival.
Novamente destaco que acho Douglas um bom jogador. Na dele, fazendo o que sempre fez desde quando o conheci como jogador, no Mundial Sub-20 em 2009, se não me falha a memória. Sempre apostei em Douglas como um bom lateral para o futuro, e hoje vejo que estava certo. Não atingiu o potencial que pensava que atingiria, porém, se tornou sim um jogador útil e qualificado. 
Se eu for enumerar todas as vantagens de Wallyson em relação ao Douglas, como atacante, vocês cansariam os olhos de tanto ler. Ney Franco precisa entender que acabou o momento de testar. Libertadores não é Paulista. Se você tem um jogador que já foi artilheiro da Libertadores pronto para jogar e uma vaga em aberto no time, não precisa nem pensar duas vezes: põe em campo. 

SEM COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA