Decretado boicote contra o Tricolor

0
48
Há algumas semanas, nosso colunista Gabriel Perecini postou sobre um possível boicote ao São Paulo. Essa notícia veio com a possível quebra de um pacto organizado pela CBF, em 2012, onde os clubes firmaram um acordo para não aliciarem jogadores da base que estejam ligados a qualquer agremiação. O que era somente uma especulação, foi confirmado e deve trazer sérios problemas ao Tricolor.
O boicote consiste em deixar de participar das competições que o São Paulo estiver presente. Na semana passada, o diretor das categorias de base do Flamengo, Carlos Brazil, confirmou à ESPN que a decisão entrará em vigor na Copa 2 de Julho, que ocorre entre 1 e 13 de julho e terá a participação da seleção brasileira sub-17. Junto dele, na comissão que conduz o boicote, estão Marcos Biasotto, também do Flamengo, João Paulo, do Vitória, e André Figueiredo, do Atlético-MG.
São Paulo Sub-17 deverá sofrer boicote na Copa 2 de Julho – Foto: AstroKid Imperial
O São Paulo foi acusado por diversos clubes. Entre eles Vasco, Grêmio Prudente, Ponte Preta, Coritiba, Corinthians, Cruzeiro e Grêmio Osasco. Foi dada uma chance de resposta ao Tricolor, porém sem sucesso. nenhum dirigente compareceu nas reuniões que aconteceram em março. Com isso, além do boicote na Copa 2 de Julho, o mesmo deve se aplicar a Taça BH e a Copa São Paulo, do categoria sub-20.
Diante de toda essa situação, muito concordam que é um ato correto diante da postura do Tricolor. Concordo, em partes. O São Paulo não é nenhum santo e sempre quer trazer os melhores jogadores pra si, mas também devemos lembrar que já fomos vítimas do aliciamento. Uma mão não lava a outra, mas que eu me lembre não ocorreu nada do tipo no caso Oscar, e ainda penamos para conseguir reverter o caso. Está certo que o acordo foi firmado somente em 2012, mas onde estava a CBF antes disso?
Fica aí a questão. A punição ao São Paulo é correto e que sirva de exemplo para os outros, desde que eles também sofram as devidas consequências quando algo do gênero acontecer. Afinal, futebol e categorias de base são iguais para todos.

SEM COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA