Com time misto, SPFC vence com 3 gols em 11 minutos

0
43

Fonte: UOL

Com um a mais, o São Paulo sofreu, mas conseguiu quebrar a invencibilidade do Botafogo no Estádio Santa Cruz. Até os 28 minutos do 2º tempo, o torcedor poderia esquecer tudo o que viu. A partir de então, no entanto, as coisas passaram a dar certo para a equipe mista escalada por Ney Franco. Nas três primeiras finalizações certas da partida, o time conseguiu três gols e a vitória por 3 a 1 na 17ª rodada do Paulista.


O placar foi aberto com um frango do goleiro Rafael. Lúcio chutou de longe e viu o adversário aceitar a bola, que entrou no meio do gol. Em seguida, Aloísio e Ademílson ampliaram o placar. Tudo isso em um período de 11 minutos. Dimba descontou. 

O resultado fez o São Paulo se distanciar ainda mais na liderança do Campeonato Paulista, com 38 pontos, quatro a mais que a Ponte Preta, vice-líder e com um jogo a mais. Já o Botafogo fica com 29 pontos e ainda precisa de mais uma vitória para confirmar a vaga na fase de mata-mata do Paulistão.

O São Paulo começou o jogo buscando entrosamento, mas não conseguia criar jogadas de perigo. Rafael, goleiro do Botafogo, não precisou fazer esforço durante o primeiro tempo inteiro. Isso porque o time da capital atuou desde os 22 minutos do 1º tempo com um atleta a mais do que o adversário, já que Zé Antônio havia sido expulso por falta em Douglas.

Durante os 45 minutos inteiros, Wallyson e Ademílson, os atacantes escolhidos por Ney Franco, não conseguiram dar um chute certo ao gol. Wallyson chegou a criar uma boa jogada para Cañete, mas o argentino furou feio. Para piorar o ritmo de jogo, o time do interior também não conseguiu colocar Denis nenhuma vez para trabalhar.
O que mais chamou a atenção, no fim, foi a declaração de Nunes ao Sportv. Irritado por uma suposta falta de fair play, o atacante disse que o São Paulo não iria conseguir ganhar no Santa Cruz nem com a ajuda da arbitragem.
No segundo tempo, a dinâmica da partida continuou a mesma. Mesmo com um jogador a mais, os são-paulinos não conseguiam colocar Rafael para trabalhar. Denis, do outro lado, também precisava se aquecer para não ficar fora do ritmo de jogo.
No meio da etapa final, o jogo teve tudo para ficar ainda mais aberto. Rodrigo Caio e André foram expulsos em um período de três minutos. Curiosamente, Ney Franco, temendo um cartão vermelho, tinha acabado de tirar Fabrício de campo pelo volante estar pendurado. O jogador não gostou e reclamou da substituição.

Na primeira finalização certa, o São Paulo acabou abrindo o placar. Lúcio pediu para bater falta de longe, foi atendido e acabou como dono da vitória. O zagueiro bateu forte, mas contou com a colaboração de Rafael para poder comemorar aquele que era seu primeiro gol com a camisa tricolor. Empolgado pelo tento, o time voltou a ir para cima e conseguiu ampliar com Aloísio, que virou em cima da zaga botafoguense.

Em seguida, foi a vez de Wallysson sair cara a cara com Rafael e tocar na saída do goleiro. O Botafogo ainda descontaria com Dimba após rebote de Denis, naquele que foi o primeiro chute certo do Botafogo.

Mais uma vez o time misto representou no campeonato paulista. Praticamente a primeira posição também está garantida ao SPFC que tem jogo decisivo nessa semana, onde pode colocar em jogo todo seu planejamento de 2013.

SEM COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA