Qualidade ou quantidade?

0
65

Por: Fernando Julio

O amor de um torcedor por seu time do coração não se baseia em números. Não se baseia em momentos, em partidas de destaque, em ocasiões comemorativas.

 Esse amor não se mede, se sente. É quase impossível de explicar. Não importa se o momento é bom ou ruim, se vai levantar uma taça ou descender, não se abandona. Bate no peito e se emociona, grita “nós” porque quando o tricolor perde “nós” perdemos, quando ganha “nós” ganhamos. “Nós” jogamos, desarmamos, e quando o Mito cobra uma falta, “nós” vamos no ângulo! Não nos importa se ele é soberano, se a torcida tem o tamanho de um oceano, o amor é eterno e por ele seguiremos cantando.

 Temos uma história, uma mística, e anos de conquista! Um templo sagrado e três cores que levamos na alma. O que mais nos falta para encher o templo sempre? Verdade que crescemos em quantidade, mas somente os mesmos vão apoiar. Não é mal ir quando se esta bem, é mal deixar de ir quando se esta mal. Não se abandona. Não queremos ser o maior em numero, que isso fique para outros.

 Mas vamos demonstrar o verdadeiro amor pelo Tricolor, ou seja… Para nós mesmos!
A alma é Tricolor e levamos essas cores no peito, no coração!
VAI SÃO PAULO / FORA JUVENAL

SEM COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA