O São Paulo nunca foi rebaixado

0
1513

Por: Hugo Pita
@hugo1935

Salve, salve, galera Tricolor.

O São Paulo é conhecido, também, por ter uma história limpa e títulos sem (*). Mas, como é normal em todo time grande, rivais teimam em dizer coisas que não condizem com a história do Tricolor Paulista. A história do rebaixamento no Paulistão de 1990 é uma delas e que vou colocar a verdade nua e crua sobre aquele campeonato. Antes de explicar o Paulistão de 1990, vamos entender um pouco os campeonatos anteriores:

Parte do regulamento do Paulistão de 1990

– Campeonato Paulista de 1987: Ponte Preta e Bandeirantes rebaixados. União São João e São José conseguiram o acesso para a Série A1.
– Campeonato Paulista de 1988: Bragantino e Catanduvense subiram à Série A1. Nenhum time caiu.
– Campeonato Paulista de 1989: Ituano e Ponte Preta conquistaram o acesso e nenhuma outra equipe caiu.
Em 1990, o Paulista estava muito cheio de times. Passou de 20 para 24 equipes. A FPF (Federação Paulista de Futebol) decidiu com que nenhum time fosse rebaixado naquele ano, algo que voltaria a acontecer em 1991.

Retirei esse trecho do www.spfcpedia.com.br para que vocês entendam melhor o regulamento.

Trecho da revista placar de 1990

“A formula de disputa já era idêntica a do ano seguinte, 1991, em um ponto – separada em grupo dos mais fortes, e grupo dos mais fracos, mas ambos com chances de disputar o título. Na competição de 1991 é a qual pseudo-jornalistas vomitam lixo ao falar que houve virada de mesa ou favorecimento ao São Paulo.

A ideia do regulamento é de fato esdrúxula, mas foi cumprida com afinco. Pensavam em atender a gregos e troianos: a gregos fazendo a elite jogar menos e só entre os grandes, e a troianos dando participação a pequenos, que poderiam se matar entre si e ainda abocanhar algo na fase final.

Acontece que em 1990 o Tricolor foi, de fato, muito mal das pernas, não se classificando para fase decisiva. E, em suma, na classificação final seria enquadrado no ano seguinte no grupo dos times mais fracos. O que se pode dizer é que, os grupos não eram definidos por sorteio, mas por critérios técnicos.

MAS NEM POR ISSO SE PODE DIZER QUE HOUVE REBAIXAMENTO, pois não houve – os times da Segunda Divisão (Divisão Especial) continuaram longe da Primeira e os da Primeira, longe dos da Segunda, exceto os promovidos supracitados.”
Nesse vídeo, o renomado jornalista Paulo Vinicius Coelho (PVC) também explica o que aconteceu de fato em 1990:

Portanto, caros Tricolores, o São Paulo Futebol Clube nunca foi rebaixado.

SEM COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA