Hoje Uma Sexta Estrela!

0
55

Por: Alessandra Martins

Saudações tricolores a todos…
Para começar, o time do São Paulo quando não perde, empata, já não é nem de se estranhar mais. Libertadores da América pelo Campeonato Brasileiro melhor esquecer, o negocio mesmo é torcer pela Copa Sul Americana e olhe lá.
Como todos já sabem, no ultimo sábado, dia 29/09/2012, a apresentadora Hebe Camargo faleceu devido a um infarto em sua casa, decorrido de um câncer que foi descoberto no ano de 2010.
São Paulina como ela só, Hebe não poderia partir e o SPFC 1935 deixar de homenageá-la.

Hebe foi uma das torcedoras mais árduas e ilustres que o São Paulo já teve, pois sempre declarou em seus programas e em entrevistas a outros programas de rádio e TV o seu amor e o seu respeito pelo Tricolor. A paixão de Hebe pelo São Paulo começou na infância, quando ainda era uma menina e morava em Taubaté; assim que se mudou para São Paulo, esse amor só fez aumentar. Ela só não assistiu o primeiro título do São Paulo, em 1931, pois nasceu em 1932; fora esse, teve o privilégio de assistir a todos os outros.

Era moradora do bairro do Morumbi, escolha essa que não foi à toa, pois numa de suas inúmeras entrevistas em que declarou toda a sua paixão pelo nosso clube, Hebe disse que só escolheu morar no bairro do Morumbi para ficar mais próxima do estádio e do time de seu coração. Para termos uma ideia, o percurso da casa da apresentadora para o estádio era tão pequeno que mal durava cinco minutos de carro. Sempre que podia, fazia de questão de passar de frente ao estádio, pois dizia que nunca se cansava de admira-lo e inclusive, segundo ela, o Morumbi era uma obra de arte feita pelo homem a favor de uma legião de torcedores apaixonados pelo São Paulo, assim como ela.

Toda faceira, Hebe sempre disse que nós mulheres tínhamos várias vantagens em sermos são paulinas: a primeira, por causa do próprio São Paulo e a segunda, por causa dos jogadores, especialmente por causa de suas belas pernas. Nunca cansou de fazer elogios aos “dotes” masculinos de jogadores e técnicos, como Tele Santana, Rogerio Ceni, Raí, Kaka, Luís Fabiano e até de Lucas; por ela, daria vários selinhos em todos.

A última participação direta de Hebe com o clube foi em agosto do ano passado, quando foi condecorada pelo Tribunal Superior do Trabalho com a Ordem do Mérito Judiciário do Trabalho, em cerimônia realizada em Brasília.

No sábado, a diretoria do São Paulo disse, em nota, que lamentava muito a perda de uma torcedora tão ilustre e tão importante e que o Morumbi está coberto por um véu de tristeza. O Tricolor entrou em campo nesse domingo fazendo uma bela homenagem à apresentadora, se referindo a ela como a sexta estrela do clube.

E o que nós podemos dizer? Que ser São Paulino, além de ser muito honroso, é também muito chique, pois torcer pelo mesmo time de Hebe Camargo é chique de doer, não é verdade???

Hebe, gracinha, todos nós te desejamos um lindo lugar ao lado de Deus e que de hoje em diante você seja mesmo a nossa sexta estrela e que o São Paulo só te faça brilhar.

A todos uma ótima semana e até a semana que vem… Tchau!

SEM COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA