Vitória tranquila e classificação

0
67
Foto: Ricardo Matsukawa/Terra

Caros tricolores,

O jogo dessa terça parecia mais um treino de luxo. Com uma grande vantagem trazida da Bahia e o pouquíssimo poder de fogo do time baiano, o São Paulo não precisou jogar muito pra fazer os 2 a 0.

O primeiro tempo foi sonolento ao extremo, o Bahia tentava chegar, mas faltava qualidade, enquanto o São Paulo não se esforçava muito pra marcar. Mesmo assim teve a melhor chance, com uma finalização de Cícero, defendida por Marcelo Lomba.

Ney Franco fez uma experiência que acabou sendo interessante. Na falta de Douglas, lesionado, e Paulo Assunção, que não estava inscrito na Sul-Americana, ele colocou Paulo Miranda para fazer as vezes de lateral direito. E ele se saiu bem.

É claro que devemos levar em conta a fragilidade do adversário, mas Paulo Miranda se destacou principalmente pelo apoio. Quase marcou um golaço de cobertura e deu bom passe pra uma bola de letra de Osvaldo. Pelo visto na partida de hoje, é preferível ele quebrando um galho na direita ao invés da zaga.

De resto, Jadson foi muito mal, assim como Ademílson. Ambos foram substituídos, por William José e Osvaldo, respectivamente.. Os dois foram melhores e mudaram a cara do jogo. William saiu muito da área, e isso acabou resultando em um golaço. Bom que ele volta a ficar confiante.

Outros personagens do jogo: Lucas não se destacou muito, mas o jogo não pedia tanto. Esperamos que ele esteja inspirado no domingo. Cícero foi razoável, chegou bem ao ataque. Maicon foi mal, novamente, mas teve méritos em chegar a frente para finalizar e deixou sua marca.

Nas oitavas de final, o tricolor enfrenta o vencedor do confronto entre LDU Loja, do Equador e o Nacional, do Uruguai.

Agora todos os pensamentos estão voltados para a partida contra o Corinthians. Se o São Paulo vencer, vai se aproximar do G4 e, mais do que isso, vai ganhar muita moral.

SEM COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA