Majestoso em decadência

0
101

Por:  Sérgio Ricardo Jr. / @sergioricardorn 

Amanhã é dia de clássico paulista pelo Campeonato Brasileiro. Esporte ou guerra? Sinceramente, não sei a resposta. Corinthians e São Paulo tomaram o posto de maior rivalidade do futebol de São Paulo muito mais pelas coisas negativas do que propriamente pelo mérito de terem proporcionado grandes jogos nos últimos anos. Houveram bons jogos, com vitórias importantes para ambos os lados, isso é fato, não há como negar. Mas a rivalidade se acirrou pelo clima ruim criado ao longo do tempo. Corinthians e São Paulo deixaram de ser rivais e se tornaram inimigos. Em decorrência disso, o majestoso ficou feio, abastecido por brigas e picuinhas, sustentado pelo baixo nível.

Sou jovem, não tive a honra de acompanhar os grandes clássicos do passado. Não tive o prazer de assistir a jogos cheios de atrativos, de craques, jogos com rivalidade verdadeira, sadia. Não pude acompanhar decisões ganhadas somente em campo. Não vou ser hipócrita ao ponto de dizer que espero que Corinthians e São Paulo sejam amigos e coirmãos. Isso é utopia, está totalmente fora da realidade. Corinthians e São Paulo são adversários históricos, e que se limitem somente a esse fator.

Devido a incompetência e infantilidade das últimas diretorias, tanto pelo lado tricolor quanto pelo lado alvinegro, o majestoso se tornou vulgar. Alfinetadas de um lado, ameaças e revoltas do outro. O que é normal dentre torcedores, é totalmente ridículo entre representantes de clubes. Existia violência nos estádios antes de tudo isso ocorrer, é verdade, mas com todas essas atitudes infantis dos dirigentes dos clubes, o número de mortes e conflitos aumenta a cada jogo. E o clássico fica marcado cada vez mais por fatores extra campo. O futebol em si  sempre acaba sendo deixado de lado. Temo por agora e pelo futuro. São Paulo e Corinthians são grandes demais para se apequenarem diante de tantas briguinhas entre diretorias. O que vem do campo sempre foi e sempre será muito mais importante.

Amanhã tem mais capítulo na história desse clássico em decadência. E saibam que o resultado do jogo será novamente deixado de lado por causa de mais uma dessas briguinhas infantis e provocações chulas. O São Paulo vem de duas vitórias enganosas, como foram as partidas diante de Figueirense e Flamengo há pouco tempo. Convenhamos, vencer Ponte Preta e Bahia não pode servir de parâmetro para nada. O Corinthians vem de derrota, joga no Pacaembu, onde tem excelente retrospecto. Que vença o São Paulo, logicamente. E que prevaleça o resultado do campo, porque como disse antes, é o que realmente interessa.

SEM COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA