Futebol passou longe do Rio

0
30
Foto: Dhavid Normando/Photocamera/Divulgação

Caros tricolores,

O jogo desta noite em São Januário não é digno de lembrança. Faltou futebol pras duas equipes e saiu vencedor aquele que aproveitou mais o erro do outro. Derrota são-paulina por 2 a 1.

Não é motivo pra desespero, afinal, perder do Fluminense fora de casa é normal. Mas a falta de repertório assombrou nessa partida. O que parece, ao fim dessa rodada, é que o São Paulo vai sempre se dar bem contra equipes inferiores, mas quando chegar aquele confronto direto, não é muito confiável.

Primeiro gol do Fluminense surgiu enquanto o São Paulo era melhor no jogo. Erro na defesa, especificamente de João Filipe, que não subiu com Leandro Euzébio e também, infelizmente, falha do Mito. Mas mesmo saindo atrás do placar, logo o tricolor paulista usou a mesma moeda pra empatar. Cícero de cabeça, que só fez o gol de útil.

No primeiro tempo, o Fluminense entregou duas bolas de presente pro São Paulo no campo de ataque. O time não aproveitou. No segundo, Cortez deu de presente a bola pra Walace, que tocou pra Jean, que cruzou na cabeça de Fred, que fez o gol. Ou seja, um aproveitou o erro do outro, enquanto o outro não fez o mesmo.

Com o time da casa recuando e se postando pra sair nos contra ataques, ficou mais claro do que nunca a falta de repertório ofensivo do São Paulo. Ney Franco tentou melhorar, colocou William José no lugar de Maicon e trouxe Cícero pra meia. Depois tirou Cícero e pôs Casemiro.

William até foi razoável, foi bem no toque de bola, nas tabelas, mas pouco foi criado. Jadson não foi omisso, mas novamente não estava inspirado. Enfim, o resultado que mais traduziria o que foi o jogo seria um empate, pelo pouco que os dois times apresentaram. Mas a derrota também não surpreendeu.

É preciso se recuperar, pois temos outro adversário direto pela Libertadores. O Grêmio no Morumbi vai ser parada dura, mas lá é onde o São Paulo tem se dado bem durante o campeonato.

SEM COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA