Fabuloso: 200 vezes com a marca do artilheiro

0
44
Foto: JF Diório/AE

Caros tricolores,

Nesta noite de quinta, Luís Fabiano completou 200 jogos com a camisa do São Paulo. E não tinha maneira melhor de comemorar essa marca. Uma goleada sobre o Botafogo por 4 a 0 com um golaço dele.

Essa é a terceira passagem do camisa 9 pelo tricolor, que marcou 148 gols com a camisa do Mais Querido. Chegou pela primeira vez ao São Paulo em 2001, vindo do Rennes, da França. Logo já disse a que veio e fez 30 gols em 49 jogos.

Fabuloso retornou a França, mas ficou apenas por 6 meses lá, voltou ao Morumbi em 2002 pra se consolidar como um dos maiores artilheiros do clube. Marcou mais 88 gols, somando 118 ao total, em apenas 160 partidas. Com a média de 0,74 gol por jogo, alcançou a quarta maior média de gols da história são-paulina.

Ele conquistou um Rio-São Paulo, em 2002, mas ficou marcado pela fatídica eliminação para o Once Caldas, na Libertadores de 2004. Na ocasião, o protesto de alguns poucos torcedores (parecia coisa orquestrada) elegeu o camisa 9 e Rogério Ceni, que ainda não era Mito, como os maiores culpados.

Com um certo desgaste, Luis Fabiano foi vendido para o Porto, de Portugal, mas não se acertou por lá, e acabou indo parar no Sevilla, onde voltou a jogar o que sabia. Ele fez história no time espanhol, ganhou vários títulos importantes por lá e cavou seu lugar na seleção brasileira com Dunga.

O prenúncio de um possível retorno ao São Paulo aconteceu nas eliminatórias para a Copa do Mundo de 2010, quando a seleção da CBF jogou no Morumbi contra o Uruguai. O Fabuloso marcou os dois gols do triunfo canarinho por 2 a 1 e foi comemorar no símbolo.

Homenagem pelos 200 jogos – Foto: Rubens Chiri / Site Oficial

A volta tão esperada aconteceu em 2011. O São Paulo pagou 7 milhões de euros ao Sevilla e trouxe o artilheiro de volta para sua casa. É bom lembrar que ele recusou uma proposta tentadora do Corinthians que, em termos de valores, era bem superior a do tricolor.

Sua apresentação aconteceu com um Morumbi lotado, mais de 40 mil pessoas foram reverenciar a chegada do centroavante. Desde então ele tem sofrido com diversas lesões, ficou fora da maioria dos jogos na temporada passada e foi execrado por parte da torcida que, após insucessos no Paulista e na Copa do Brasil, o chamou de Luís Pipoqueiro.

Tudo isso parece ter sido apagado depois de sua volta de lesão com uma atuação de gala no clássico contra o Corinthians. Foram seus os 2 gols da vitória no Pacaembu.

Tudo o que queremos ver é Luis Fabiano ajudando o tricolor a voltar ao caminho dos títulos. E que ele permaneça por mais tempo ainda no Morumbi.

SEM COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA