A realidade é essa! E parte dos “torcedores” merecem isso

0
58

Saudações Soberanas! Está ficando chato comentar isso, mas desta vez, ao invés de fazer um breve comentário ou destinar um parágrafo para o tema do título, farei um texto sobre isso. Se você é o tipo de torcedor que acha que o clube não pode ser criticado, que ser torcedor é só falar bem e não quer encarar o momento desesperador que o clube vive, sugiro (e peço) que não continue lendo.

Desde que passei a analisar esse time com um pouco mais de razão e descobri alguns “detalhes” sobre o que acontece no interior do clube, passei a encarar a realidade. E ela é isso que nós estamos presenciando. Essa vergonha contínua que estamos passando não se deve só aos desfalques ou a um momento infeliz. Vai muito além de tudo isso. Começou lá atrás (e lá vamos nós bater nessa tecla de novo) com o terceiro mandato da versão São Paulina do ditador Mubarak, como já dito aqui. Pois convenhamos, se o presidente, juntamente com sua turma, não respeita o estatuto do clube, se ele não tem ética e moral com a própria instituição a qual ele administra, vai ter com o quê ou com quem? Com nós? Obviamente que não.

Foto: Fernando Borges/Terra

Acham que estou exagerando? Tudo bem. Querem o maior exemplo que esse time do São Paulo é pífio? O segundo gol do Náutico. Esse gol, em qualquer momento (e ainda mais com o time perdendo de 1 X 0) é uma afronta! Analisem o gol desde o escanteio batido pelo próprio São Paulo. É irritante! Ninguém brigou pela bola na área, ninguém voltou para ajudar a marcação e mesmo Araújo que demorou demais para conseguir achar um lançamento da sua intermediária fez o gol no complemento da jogada sem sequer ter uma sombra por perto! E não existe essa de “ah, mas os desfalques…”. Que desfalques?!?! Precisamos de um esquadrão para bater o Náutico? Com todo respeito aos pernambucanos, de verdade, mas estamos falando do São Paulo Futebol Clube!

Postei no Twitter esses dias que o problema não era raça para a maioria dos jogadores, era técnica. Mas finalmente percebi que estava errado. Esse time não possui nem raça e nem técnica! O problema é que em alguns jogos escancara a falta de raça e em outros a falta de técnica. Mas faltam ambos aspectos. Nossas jogadas são tentadas na base do “chutão”. O time não possui saída de jogo. Ver o jogo no estádio é irritante, pois quando temos a posse de bola a movimentação é quase nula. É ridículo! Na maioria do tempo dependemos de arrancadas do João Filipe (!) e das subidas do Tolói para ir ao ataque. E não, esses lances não são engraçados, são tristes.

Imagem: Evelina Jorge/SPFC1935

Para finalizar, a parte de que uma parcela dos “torcedores” merecem esse time horrível e essa diretoria absurdamente incompetente, soberba e que mostra ter uma séria ignorância administrativa. Torcedores que crucificam Rogério Ceni, em qualquer circunstância, além de um nível de babaquice e cretinice infinito, não merece nada melhor do que está acontecendo. Essas pessoas acham que o cara é o quê? Máquina? Por mais que ao longo de seus “módicos” 22 anos de São Paulo ele tenha passado essa impressão, não é assim que funciona. A memória de certos “torcedores” é tão curta, que esqueceram o que ele fez até no próprio jogo contra o Náutico! Ao menos duas defesas sensacionais durante o massacre.

Foto: Tom Dib

Ele disse não se considerar um M1TO (só pode ser modéstia) mas apenas um torcedor do São Paulo. E sendo um torcedor do São Paulo, ele está sentindo o mesmo que nós, verdadeiros torcedores. E o terceiro gol sofrido na quarta-feira reflete o desânimo e a decepção dele. Se eu pudesse desejar uma coisa, queria que esses “críticos” fossem torcer para outro time. Sério.

Enfim, amanhã é dia de Morumbi, às 21h. Como não tenho como voltar dormirei em São Paulo, mas o esforço valerá a pena, pois, na atual fase, com o jogo sábado às 21h, tenho certeza que os cinco, sete mil torcedores que forem ao jogo são os São Paulinos verdadeiros. Melhor assim.

SEM COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA