A pressão e o futebol

0
62
Hoje minha coluna será diferente das que venho fazendo atualmente, já que faço os pós-jogos no site. Tenho observado a algum tempo que muitos jogadores sucumbem a uma palavra quando estão jogando: pressão. Em todos os momentos de nossa vida nos deparamos com momentos de pressão e no futebol isso não é diferente. Quanto maior a responsabilidade que você carrega, maior será a pressão sobre você.
O que vai diferenciar uma pessoa da outra é a maneira como ela lida com essa pressão. Tenho percebido em alguns jogos, que alguns jogadores de nosso time, perderam seu rendimento após a pressão feita principalmente pela nossa torcida, pois o São Paulo está tendo dificuldades em manter a estabilidade com um futebol que seja ao menos satisfatório. Acontece muitas vezes o que eu e muitos torcedores chamamos de pipocar. 
Todos temos que aprender a reagir em momentos de pressão e geralmente isso dá certo, mas alguns jogadores parecem se desligar em campo, fazendo passes e jogadas que surpreendem de uma maneira negativa, alguns se “livram da bola” e se “escondem atrás da marcação”. Não sei se isso se deve também ao fato da imaturidade presente na grande maioria, mas eles precisam chamar a responsabilidade pra si e mostrar pra todos: “Viu só, eu sei fazer isso, por isso estou aqui!”. 
A pressão só tende a aumentar a cada ano que passa, a cada final que deixamos de participar e o que falta em nosso time é: reagir, surpreender. Apesar de achar que tivemos uma pequena melhora com a entrada de Ney Franco, temos muito o que melhorar ainda. Esse time precisa crescer, incorporar a grandeza tricolor, colocar a faca nos dentes e ir pra cima, mostrando personalidade!
A pressão do torcedor sempre vai existir, e ela faz bem ao time que sabe olhar para as adversidades e crescer, melhorar. Vamos São Paulo!!!
Isabelle Guerini – Torcedora Apaixonada

SEM COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA